sábado, 30 de abril de 2011

Minha única mãe!

Nossos momentos de mágia.

No dia em que me levaram tiraram me a mágia, desde então vivi na escoridão fiquei anos a espera de quem me fez feliz preciso de ti, preciso da tua mágia.
Quando tinha dez anos e fui viver para o meu pai numa conversa de pai para filha, deixei lhe bem claro dizendo lhe: quando tiver dezoito anos vou me embora cá de casa pois aqui não sou feliz, pois ele nunca aceitou o que lhe disse julgo que não esperava que eu tivesse coragem para o fazer. Durante oito anos restavam me ás recordações de mágia!Em cada dia em cada momento em cada recordação, ali estavas tu minha avó a dar me banho a serar me as fridas feitas entre o mar e as rochas, a deitar me para poder descansar.Nestes momentos eu só queria que todo este amor fosse mantido pois foi sempre algo tão mágico , algo que nunca tinha sentido.Voltas me ao pensamento e vejo te há fazer o almoço para a familia  e lá estava eu a dizer que não queria aquilo, com os olhos grandes e muito regalados a olhar para mim pegando na minha mão e juntas lá iamos nós ao SR. Óctavio do talho comprar um hamburguer para o meu almoço , ai vonita como isto me deixava tão feliz.Foram estas recordações de puro amor que me fizeram ter força e partir em busca da mágia.Finalmente após todos estes anos de escoridão volto a ter mágia na minha vida.Voltei avó agora nunca mais ninguem nos vai separar.Não sei o que é ser amada pelos meus pais, logo nunca poderia ama los como filha.Mas uma coisa é certa e não tenho dúvidas que tu és a unica MÃE que verdadeiramente me amou e ensinou me amar.O ano de 2004 nunca mais me vou esquecer estavas de enxada na mão quando me cheguei ao pé de ti e disse te avó tou grávida, recordo me tão bem olhas te para mim baixas te o rosto e olhas te para o chão sem pernunciar uma única palavra, ergui a cabeça repirei fundo e disse te: bem vó tenho de me ir embora! Confesso te avó que pela primeira vez pensei que te tinha desiludido.Mas ao longo dos nove meses de grávidez senti o teu coração cheio de amor e mágia estavas ali bem juntinho a mim para me proporcionares muitos  momentos mágicos.Avó em toda a minha vida longe ou perto de ti ensinas te me a amar e a ter mágia dentro de mim. Chegou o momento avó agora sou eu que tenho um momento de mágia para ti, mas mesmo antes de ele chegar uma vez mais estavas ali de pé bem juntinho de mim enquanto eu estava deitada numa cama do hospital,o tempo passava olhavas o rélogio para mim olhavas já vias o meu sofrimentode tantas horas nesse momento entra no quarto a equipa de médicos pedem te para saires, fazem me o último toque e diz o médico bem eu quero dormir descansado no meu travesseiro por isso vamos para o bloco operatório, deram te a noticia e não arredas te pe dali estiveste a espera e finalmente abre se duas enormes portas sai um berço dentro dele está a mágia que te pude dar o teu lindo bisneto Bernardo  Nunes.

AVÓ fiz este texto em palavras e em momentos do nosso grande amor obrigado MÃE obrigado por me proporcionares momentos únicos e tão mágicos.

OBRIGADO MINHA MÃE!